Imagem

Minha Experiência com Epiduo

Meu problema com acne existe desde o início da minha adolescência, lá pelos 13 anos. Poros dilatados, oleosidade excessiva e os cravinhos também me acompanhavam.

Nas idas ao dermatologista a resposta era sempre a mesma: acne hormonal. Mas eu não estava muito interessada em começar a encher meu corpo de hormônios tão cedo e acabei adiando essa possível solução. Usava apenas os produtos tópicos e o resultado era bem satisfatório, o problema é que nunca dava continuidade ao tratamento e o problema parecia voltar ainda com mais intensidade. 

Aos 20 anos resolvi entrar logo na pílula pra resolver o meu problema. E os resultados não poderiam ser melhores! Pele sem oleosidade, cravos em menor quantidade e as temidas espinhas só apareciam uma vez por mês. Acho que todos sabem as vantagens desse medicamento em relação a pele. Mas hoje, quatro anos depois, minha acne começou a voltar. Menos intensa, claro, mas ainda assim bastante incômoda.

Depois de muitos exames resolvi parar com a pílula e ir ao dermatologista. Lá ela me receitou os produtos de sempre: limpeza, tônico, esfoliante e protetor solar. Mas aí vieram duas novidades, um gel facial rejuvenescedor e o tal Epiduo Gel, que parecia ser a solução para a minha acne. E comecei a fazer uso como ela me recomendou na receita: aplicar após o tônico, com a pele úmida e em noites alternadas na primeira semana. Uma semana se passou e eu estava adorando o resultado, principalmente na região da testa, mas os problemas começaram a surgir nesse mesmo período.

Após a limpeza fui aplicar o tônico de Tea Tree de sempre (não comprei o que ela me receitou) e meu rosto, ao invés de ter a sensação refrescante de sempre, começou a arder muito, como se tivesse sido queimado. Removi o produto e fui aplicar o gel rejuvenescedor. De novo a mesma sensação! E meu rosto virou um tomate maduro de tão vermelho e com uma sensação de coceira horrível por todo o rosto. Até acordava durante a madrugada.

Experiência com Epiduo Gel

Parei com o Epiduo no mesmo dia e meu rosto não aceitava nenhum outro produto sem reclamar. Passei a usar apenas um produto para limpeza, óleo de coco e protetor solar. E meu rosto ainda continuou vermelho por uns cinco dias.

Enfim, basicamente a minha experiência com esse medicamento não foi das melhores e tive a leve sensação que eu conhecia mais a minha pele que a dermatologista. Tenho a impressão que quando eles ouvem ‘acne’, todos os produtos que receitam tem que secar a sua pele totalmente, descamar e irritá-la.

Depois de uma semana (e muita água termal) consegui entender o que minha pele parecia querer e hoje até consigo usar o produto com precaução. Faço o seguinte:

Como a dermatologista recomendou:

Aplicar apenas a noite em todo o rosto levemente úmido após a limpeza e tonificação. Dias intercalados na primeira semana e todos os dias após esse período de adaptação. Lavar muito bem pela manhã.

Como realmente funciona em mim:

Aplicar apenas a noite depois da limpeza e tonificação na região da testa (único lugar não sensibilizado no meu tratamento), evitando região das têmporas, bochechas, queixo, ao redor do nariz e boca. Aplicar pontualmente (em pouquíssima quantidade) em regiões afetadas com alguma espinha. E aplicar muito óleo de coco por cima, evitando que a pele se danifique pelo produto. Lavar muito bem pela manhã.

A amostra grátis que ganhei tem apenas 5g e ainda estou longe de terminá-la. Esse produto deve ser usado com muita cautela e em pouquíssima quantidade. Só assim percebi real eficácia com ele e sem consequências a minha pele.

ATUALIZAÇÃO: Quer ver como foi a minha segunda experiência com o Epiduo? Clique AQUI
Anúncios

28 comentários sobre “Minha Experiência com Epiduo

  1. Gabriela disse:

    Também tenho problemas com ardência no rosto.. principalmente depois de usar lenço umidecido para tirar maquiagem..
    Um produto que funcionou muito pra mim, principalmente nessa questão de ardênciaXespinhaXoleosidade, é o Effaclar Duo da La Roche. Super recomendo!!! Não arde meu rosto e o efeito é ótimo! Pode ser usado durante o dia, antes da maquiagem.

  2. Geovanna disse:

    Nossa que relato em!!!

    comecei a usar ele no começo da semana e de ontem ( 21/03) pra cá comecei a sentir essa ardência nas minhas bochechas. Achei até que era meu protetor solar, mais dai ontem depois te de ter feito todo o processo de limpeza e passado água termal fui aplicar o epduo e começou essa ardência.

    Pode ser também que tenha sido pela quantidade que uso pra passar no rosto, mas começou de ontem. Vou maneirar na dosagem e ver se algo muda.

    • Ooi, Tatiana.

      Então, o gel que ela me passou foi o Ivy C, da Galderma.
      Não tive uma experiência muito boa com ele, pois não tive resultado algum e o preço não é nada amigável.

      O tratamento hormonal que fiz foi com anticoncepcional mesmo (“Yasmin genérico”).
      Foi bem tranquilo e não tive nenhum efeito colateral nos 4 anos de uso que fiz.
      Parei por uma escolha pessoal mesmo.

      O que a sua dermatologista lhe recomendou? 🙂
      Um grande abraço.

  3. Astrid Luane Vegas disse:

    Gente, eu comecei a usar o Epiduo a dois dias, e eu uso uma quantidade um pouco maior, queria saber se eu preciso usar muito do produto na pele, ou só uma fina camada? Tem que passar até secar completamente? Ou ainda deixar um pouco “úmido”? Pfv se alguém souber me responda. Bjs

    • Ooi, Astrid!

      Não passe muito produto, não. De verdade. Uma gotinha de uns 4mm de diâmetro é o ideal para o rosto todo, e massageie bem, até desaparecer.

      Nos primeiros dias você pode não sentir nada, mas logo ela pode ficar muito sensível, avermelhada e com bastante coceira se usar muito produto.

      Pra evitar ainda mais sensibilidade eu ainda faço uso do óleo de coco ou de rosa mosqueta. Faça o teste e veja se gosta.

      Um ótimo tratamento a você! Abraço!

        • Oi, Ana Vitória!

          O óleo de coco eu uso após lavar o rosto à noite. Aplico em abundância, espalho bem e depois aplico o Epiduo nos locais a serem tratados. Vai formar uma barreira de proteção leve e vai evitar que seu rosto fique muito agredido pelo medicamento.

          Pela manhã eu lavo beeem o rosto, pra tirar todo o óleo e o Epiduo, e aplico protetor solar pra não ter problemas com a exposição à luz solar e artificial também.

          Boa sorte com seu tratamento! 🙂

  4. Cristiane disse:

    Uso o epiduo há muito tempo e garanto que o vermelhidão é normal no primeiro mês, mas o resultado compensa. Não esqueça que além de matar a acne, fechar os poros, ele descama e é um exterminador de células mortas. Use camada fina antes de dormir na pele seca, lave a pele com o sabonete acne soup e use o protetor solar actine a cada três horas e você não sofrerá com o epiduo, mas esse medicamento deve ser passado pelo dermatologista e não esqueça, tratamentos de acne devem ser levados à sério e de preferência iniciado no inverno, eu como moro perto da praia abuso do protetor solar. Alimentos sem gordura animal e frituras evitam oleosidade da pele e poros abertos. Espero ter ajudado, fique com Deus, tchau

    • Ooi, Cristiane!

      Pois é, acredita que, depois de mais de um ano, o Epiduo deu certo pra mim?
      Fui mais firme e cuidadosa, praticamente como você descreveu aqui mesmo, e os resultados são ótimos!

      Uma pele mais homogênea e de textura super fininha. Mas uma regra que eu sempre tenho que seguir é: não usar mais do que três vezes por semana. Senão, já sabe, né? :p

        • Oi, Andréia!

          Normalmente a pele pode levar tempo para se adaptar a alguma medicação mesmo. Por exemplo, fiz uso também de uma pomada chamada DerivaMicro, onde o princípio ativo é o adapaleno e, sem brincadeira, só comecei a ver resultados depois de três meses. Eu estava quase desistindo!

          Com o epiduo eu vi resultados mais rapidamente, mas pode ser que sua pele ainda esteja se adaptando a ele. Se você não sente nenhum desconforto, irritação e descamação, eu recomendaria continuar usando por três meses, pelo menos. Se não der certo, veja com seu dermatologista. Pode ser que o melhor para a sua pele seja outro princípio ativo.

          Espero que te ajude, e bom tratamento! 🙂

  5. Passei na dermato e comprei o epiduo que ela receitou e vim dar uma procurada em resenha!rs
    Tenho 30 anos e as vezes minha pele acha que eu tenho 16 ainda…
    Usei o effaclar duo e amei demais minha pele estava linda e bem uniforme.
    A outra consulta ela me passou o effaclar anti age e desandou tudo!
    Pensa numa pele feia e bem acneica? Fazia tempo que não ficava assim…
    Voltei hoje e ela me indicou o epiduo e o Cleanance expert, o cleanance vou usar todos os dias de manhã e a a noite e o epiduo na primeira semana é 1x, na segunda2..e ai vai… Passo o epiduo e depois de 15 min o cleanance( que ela disse que ajuda muito no efeito do epiduo em relação a acalmar a pele).
    Espero que tudo funcione e dê certo pq os produtos são caros para ficar mudando toda hora.

    Beijos

  6. Nossa, Amanda. Senti agonia e dor aqui lendo o seu post.
    Produtos para o tratamento de pele, para mim, são perigosíssimos! rsrs
    O normal é sempre acontecer algo como aconteceu com a sua pele. :/

    Depois de alguns meses do nascimento da Eleonora, minha pele se transformou. A gravidez tinha feito muito bem a ela, mas lá pelo mês 4 ou 5 começaram a surgir várias micro espinhas na testa. O resultado foi uma pele cheia de textura e bem manchada. Fui à dermatologista, ela me receito o Vitacid Acne. Quando li sobre o produto na internet, quase desisti, de tanto medo. Hahahaha.
    Mas usei como ela pediu, e como a bula também indicava. Aplicar quantidades minúsculas na área atingida. Descascou pouquinho, ficou um pouco vermelho na região, e um pouco sensível, mas nada grave.
    Ah, e ela pediu para eu ter cuidado redobrado com o protetor solar. Usar um protetor de textura mais seca e bem potente. No caso, usei o Minesol, que acho maravilhoso, pois não deixa nada, nada de oleosidade na pele.

    Se hoje tenho a pele que desejo: não! Na verdade está horrível, mas acredito ser por falta de disciplina e cuidados mesmo.
    De um modo geral, gostei do Vitacid, mas é um produto forte e é antibiótico, vendido apenas sob prescrição médica.

    Tomara que você não tenha mais nenhuma surpresa desagradável com o produto.
    Boa sorte =}

    • Esses produtos são terrivelmente difíceis de lidar, né? Porque sempre ouço falar de vermelhidão, descamação…dá até desânimo de começar o tratamento!
      Eu parei definitivamente com o Epiduo agora por ordens da dermatologista e estou com o DerivaC Micro que também tem antibiótico. Estou usando há apenas 4 dias e, infelizmente, não dá pra saber ainda como vai ser o resultado mais pra frente.

      Só torço pra ser uma solução ao invés de mais um problema pra minha pele 😦
      E boa sorte pra nós na procura desses produtos 🙂

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s